Energia Solar ao alcance de todos.

Encontre o plano ideal para você.

É fácil economizar
na sua conta de luz

Quem Somos

Pioneiro no segmento, o Consórcio Nacional Solar tornou a inovação acessível para milhares de brasileiros.

Gerando economia e independência para lares, empresas e produtores rurais, o Consórcio Nacional Solar conecta você com o futuro e contribui para o consumo sustentável.

Adquira seu sistema fotovoltaico sem juros, nem IOF e com as menores taxas administrativas do mercado, com quem tem os melhores preços e ainda oferece assessoria técnica especializada e equipamentos de última geração

Origem

Origem

O Consórcio Nacional Solar é uma realização da Sices Brasil, líder brasileira no segmento de Energia Solar FV, em parceria com o Banco do Brasil, o qual possui a maior rede de agências nacionais e internacionais.

Banco do Brasil

Banco do Brasil

O que é consórcio

O que é consórcio

Consórcio é uma modalidade de associação baseada na união de pessoas físicas ou jurídicas, que tem por finalidade a aquisição de bens móveis e imóveis, por meio de autofinanciamento.

Inovação e Independência

Inovação e Independência

Com o Consórcio Nacional Solar, você pode gerar a sua própria Energia Solar Fotovoltaica e conquistar a sua independência energética.

Acessível para todos

Acessível para todos

Sem juros, nem IOF e com as menores taxas administrativas do mercado , o Consórcio Nacional Solar oferece diversos planos de acordo com as suas necessidades e para diferentes tipos de público.

Liberdade e sustentabilidade

Liberdade e sustentabilidade

Ao investir no Consórcio Nacional Solar, você promove o uso da energia limpa e quando for contemplado, tem total liberdade para escolher a marca dos Equipamentos de seu Sistema Fotovoltaico.

Planos Flexíveis de Energia Solar

O consórcio é uma maneira segura e econômica de adquirir um bem ou serviço, ideal para quem não tem pressa, tem disciplina e deseja investir, sem descapitalizar recursos.

  • Bens a partir de R$ 10 mil
  • Parcelas a partir de R$ 180,00
  • Soma de cartas para bens de maior valor 
  • Possibilidade de utilização de cartas para: motos, automóveis, tratores e caminhões.
  • Pagamento mensal, semestral e anual  

Como Funciona

O Consórcio Nacional Solar tornou o mercado de energia solar mais acessível, facilitando a execução dos projetos fotovoltaicos de qualquer tamanho com parcelas iguais ou até mais baixas do que a conta de luz, como demonstrado no vídeo de Microgeração de Energia Solar.

Opinião dos
nossos Clientes

A iniciativa atende às necessidades dos mais diversos tipos de público, pois produzir a própria energia deve estar ao alcance de todos.

Adquira

Atendimento ao cliente e central administrativa – unidades de vendas

Atendimento
(11) 95063-8921

SAC do BB
0800 729 0722

Av. Portugal, 1174 - Jardim Nova Itapevi, Itapevi - SP

Principais dúvidas
sobre a energia solar

O Consórcio Nacional Solar é uma iniciativa Sices, em parceria com o Banco do Brasil, para a
compra coletiva programada e autofinanciada, em que pessoas, sejam físicas ou jurídicas, se
reúnem para adquirir um determinado bem, por meio de contribuições mensais que são geridas
por uma administradora (Banco do Brasil) em um período estabelecido.

A contratação do Consórcio Nacional Solar é realizada através de uma plataforma digital do Banco
do Brasil exclusiva para consórcios. Após um cadastro prévio, os “Integradores Parceiros Sices”*
terão acesso a informações como:

– Valores da Carta de Crédito;
– Valor das parcelas;
– Valores médios (em %) dos lances do grupo;
– Grupos em andamento;
– Resultados das assembleias;
– Material de apoio, etc.

Será possível contratar o consórcio e enviar os documentos necessários para formalização
através da própria plataforma.

*Integradores Parceiros Sices = Integradores com cadastro ativo na plataforma de orçamentos
Sices que tenham realizado pelo menos uma compra via plataforma Sices.

O Consórcio Nacional Solar está disponível para Pessoas Físicas e/ou Jurídicas.

– Clientes Pessoa Física não precisam ter conta no Banco do Brasil para fazer seu consórcio.
Tanto correntistas quanto não-correntistas podem contratar cotas.

– Clientes Pessoas Jurídica precisam possuir conta corrente ativa no Banco do Brasil para ter
acesso a este serviço.

Você receberá o direito de utilizar o valor contratado após a contemplação por meio de um documento chamado “Carta de Crédito”.

A Carta de Crédito deverá ser entregue ao fornecedor do bem/serviço para reserva e emissão da nota fiscal após a aprovação da documentação e realização dos processos necessários.

A contemplação é o momento em que o consorciado recebe a sua Carta de Crédito para a compra do tão desejado bem, seja ele um carro, uma casa ou um serviço.

É possível ser contemplado através de sorteios ou de lances.

Após a contemplação, o cliente tem a opção de antecipar ou diminuir o valor de suas parcelas.

É possível ser contemplado de duas formas:

LANCE: A oferta de lance funciona como um leilão: as maiores ofertas recebem a possibilidade de
adquirir o bem antecipadamente.

SORTEIO: O sorteio é realizado mensalmente em uma assembleia na data estipulada para o
grupo e você concorre em pé de igualdade com os outros consorciados com base na extração da
Loteria Federal.

São os sorteios de consórcio que definem quem será contemplado com a Carta de Crédito

Os sorteios são realizados com base no sorteio da Loteria Federal do sábado anterior à
assembleia de contemplação e cada consorciado participa com um número.

Apenas os consorciados que estiverem em dia com seus pagamentos participam do sorteio.

Todos os participantes têm a mesma chance de serem contemplados.

Também é importante lembrar que quem já foi contemplado não participa mais dos sorteios.

Sendo assim, suas chances de ganhar aumentam a cada novo sorteio.

Se você tem o objetivo de antecipar uma contemplação, uma ótima opção é dar um lance, ou seja,
uma antecipação de pagamento de um determinado valor.

Os anúncios de lance são sigilosos, registrados com antecedência e expostos apenas na assembleia,
o que evita qualquer possibilidade de alteração.

Assim, os maiores percentuais de lances serão contemplados (limitados ao saldo do grupo
disponível para contemplação).

É por isso que dar um lance não é garantia de ser contemplado. Além disso, é preciso conferir
quais são as condições de lance conforme a sua cota.

O lance pode ser ofertado até às 17 horas (horário de Brasília) do dia que antecede a assembleia das seguintes maneiras:

– Na plataforma do Consórcio Nacional Solar, através dos Integradores Parceiros Sices
responsáveis pela comercialização da cota;
– Em qualquer uma das agências do Banco do Brasil;
– Através do site do Banco do Brasil na opção “Oferta de Lance” na seção Consórcios (para
correntistas);
– Nos Terminais de Autoatendimento, no Gerenciador Financeiro, no App do Banco do Brasil
ou pela Central de Atendimento BB: 4004-0001 / 0800-729-0001 (para correntistas);

Você pode utilizar o valor pago no lance para:

– Quitar as últimas parcelas, reduzindo assim o prazo de pagamento;
– Reduzir o valor das prestações mantendo o prazo atual do contrato.

Você não poderá ser contemplado nas seguintes situações:

– Se seu lance não foi classificado (percentual do lance);
– Se você estiver com restrição ou com parcela em atraso com a BB Consórcios;
– Se seu cadastro estiver desatualizado;
– Se você não possuir capacidade de pagamento de acordo com a política de crédito da
BB Consórcios;
– Se você não apresentar um fiador, quando for exigido.

Existe um valor mínimo de 10% do valor do bem móvel, imóvel e cotas de serviços.

Nos últimos doze meses do grupo, contudo, o valor do lance mínimo pode ser equivalente a uma
prestação (menor que os 10%).

Até às 17 horas do dia anterior à realização da assembleia, no horário de Brasília.

Sim, é possível, porém o cancelamento deve ser realizado até às 17 horas (horário de Brasília) do
dia anterior à realização da assembleia. Para evitar transtornos, pense muito bem antes de ofertar
um lance de consórcio.

O pagamento deve ocorrer quando o lance for vencedor e você tiver interesse em confirmar a
contemplação. Você terá um prazo de 5 dias úteis após a assembleia para manifestar o interesse
pela confirmação do lance.

A confirmação da contemplação deve ser solicitada presencialmente pelo consorciado, em
qualquer agência do Banco do Brasil, pelo consorciado.

Parabéns! Você está prestes a realizar o seu sonho! A confirmação da contemplação e o pagamento
do lance devem ser realizados em qualquer agência do Banco do Brasil em até 5 dias úteis.

Após a confirmação da contemplação, não será possível realizar a devolução do lance.

Se você não for correntista, procure qualquer agência do Banco do Brasil quando receber a Carta
de Crédito na agência da conta corrente de seu banco.

Assim, o fornecedor solicitará a reserva da Carta de Crédito via Central de Atendimento BB pelos
telefones: 4004-0001/ 0800-729-0001.

As explicações constam no verso da Carta de Crédito. Se você chegar ao final do Consórcio e não
quiser adquirir um bem, receberá o valor da Carta de Crédito em até 60 dias após a realização da
última assembleia.

Ao ser sorteado, você receberá uma mensagem por SMS, TAA ou ligação da Central de
Atendimento, além de um comunicado impresso informando sua contemplação.

Para confirmá-la é necessário que seu cadastro esteja atualizado junto ao Banco do Brasil com todos
os documentos entregues. Além disso, não podem existir pendências de pagamento de seu Consórcio.

A Carta de Crédito não possui validade, podendo ser utilizada a qualquer momento até a
realização da última assembleia do grupo.

O calendário das assembleias pode ser consultado nos seguintes canais:

– Na plataforma do Consórcio Nacional Solar, através dos Integradores Parceiros Sices
responsáveis pela comercialização da cota;
– Internet -> www.bb.com.br -> Consórcios -> Assembleias (ou escrever “assembleia
Consórcio” na busca);
– Agências do BB;
– No Gerenciador Financeiro ou no App do Banco do Brasil (para correntistas);

Você pode ficar sabendo do resultado das assembleias nos seguintes canais:

– Na plataforma do Consórcio Nacional Solar, através dos Integradores Parceiros Sices
responsáveis pela comercialização da cota;
– Agências do BB;
– No Gerenciador Financeiro ou no App do Banco do Brasil (para correntistas);

Sim, é possível trocar o bem ou serviço de referência por outro da mesma categoria, contanto que
pertença ao mesmo segmento e grupo e haja disponibilidade de vagas e do valor pretendido.

Para isso, basta entrar em contato com sua agência de relacionamento do Banco do Brasil para
que o valor da prestação e das parcelas restantes de seu consórcio seja recalculado.

O bem de referência é apenas um “objetivo”. O cliente pode utilizar a Carta de Crédito para
adquirir um bem diferente, desde que tal bem esteja dentro do mesmo segmento (veículos,
imóveis, serviços e outros bens móveis).

Assim, se o cliente tem uma carta de automóvel, motocicleta, caminhão ou trator, poderá adquirir
um Sistema Fotovoltaico, pois esses itens estão no mesmo segmento (bens moveis).

Sim, desde que sejam respeitados os limites de contratação por CPF/CNPJ e os aspectos abaixo:

Nos grupos AUTO/MOTO ou TRATOR:

As cotas precisam ser do mesmo grupo. Ex.: cotas 999 e 998 do grupo 1215.

A data de pagamento do Consórcio é padrão. As parcelas serão sempre cobradas de todos os consorciados no dia 10 de cada mês ou no dia útil posterior ao dia 10 em caso de feriado ou final de semana.

O valor da parcela do consórcio é a soma das seguintes importâncias:

a) Fundo comum: valor destinado à aquisição do bem ou conjunto de bens. Corresponde à
divisão do valor do bem pelo número de meses de duração do consórcio.

b) Fundo de reserva: valor destinado a custear as despesas do grupo. O saldo final deste
fundo, se for positivo, será devolvido proporcionalmente aos consorciados no
encerramento do grupo.

c) Taxa de administração: valor pago à administradora, referente aos serviços prestados
pela administração, organização e gestão dos interesses do grupo de consórcio.

d) Seguro prestamista: valor referente ao prêmio do seguro de vida (OPCIONAL).

A alteração do valor das parcelas e prestações pode ocorrer sempre que o bem de referência
mudar de valor.

Para veículos leves, o valor da parcela será alterado mensalmente de acordo com a Tabela FIPE.
Para veículos pesados e outros bens móveis, o valor da parcela será alterado anualmente de
acordo com o IPCA ou mensalmente pela Tabela do Fabricante.

Imóveis são reajustados anualmente pelo INCC. Esse reajuste ocorre para a manutenção do
poder de compra de todos os consorciados. A parcela também será alterada quando o cliente
ofertar um lance e confirmar a contemplação, com a opção de deduzir o lance do valor das
parcelas. Assim, as seguintes parcelas virão com um valor menor.

Sua prestação poderá aumentar ou diminuir. Tudo dependerá da variação do preço do bem ou
serviço que você escolheu.

O reajuste é realizado para evitar que, no fim do processo, sua Carta de Crédito tenha um valor
muito diferente do bem escolhido, como no caso de um imóvel, por exemplo.

O valor de suas parcelas pode passar por um reajuste, sendo que os Sistemas Fotovoltaicos
podem ser substituídos por automóvel, motocicleta, trator e caminhão. Nesse caso, os reajustes
continuarão a ocorrer conforme o bem de referência inicial:

– Automóveis e motocicletas: mensalmente pela Tabela FIPE;
– Veículos pesados, tratores e caminhões: mensalmente pela Tabela do Fabricante ou
anualmente pelo IPCA.

Em caso de não contemplado: Quando a sua parcela mensal estiver pendente, você será
impedido de concorrer à contemplação por sorteio e por lance na assembleia. Se você tiver cinco
parcelas em atraso (consecutivas ou não), sua cota será automaticamente suspensa do grupo.

Em caso de contemplado e com bem adquirido: Quando sua parcela mensal estiver em atraso,
você estará sujeito a cobranças administrativas, inclusão do nome no SERASA e cobranças
judiciais e extrajudiciais, inclusive com possibilidade de retomada do bem pela BB Consórcios.

Se precisar ajustar o valor da parcela para seu orçamento, você pode solicitar a troca do bem de
referência caso a cota não esteja contemplada e se o grupo possuir valores de bens disponíveis.

Sim, você pode transferir a sua cota / carta de crédito a qualquer momento, a cessão deve ser
feita na agência, mediante o pagamento de uma taxa de 1% do valor da cota / carta de crédito.

Para que aconteça a cessão, o cedente deve estar em dia com as obrigações financeiras junto à
BB Consórcios e a parcela do mês deve estar paga, mesmo que antes do vencimento.

O cessionário (quem irá receber a cota), será analisado segundo a política de crédito da BB Consórcios.

Um grupo de consórcio é formado com base na reunião de diversas pessoas físicas e jurídicas
com um mesmo desejo: a compra de um bem ou serviço. É esta reunião que permite condições
favoráveis. Além disso, é o Consórcio do Banco do Brasil que garante a organização e
administração de seus grupos de consórcio.

Sim, a cessão deve ser realizada na agência.

Para que a cessão aconteça, o cedente deverá estar em dia com as obrigações financeiras junto à
BB Consórcios e a parcela do mês deve estar paga, mesmo que antes do vencimento.

O cessionário (quem irá receber a cota), será analisado segundo a política de crédito da BB Consórcios.

Você pode pedir a suspensão de sua cota não contemplada a qualquer momento por meio de
nossos canais de atendimento:

– CABB – capitais e regiões metropolitanas 4003-4117, opção 01; – demais localidades 0800-729-4117, opção 01;

– Presencialmente em qualquer agência da rede de atendimento do Banco do Brasil;

Obs.: Ao desistir de sua cota, você não participará mais de assembleias e estará sujeito à multa
e às cláusulas de quebra contratual. É importante saber que você poderá reativar uma cota
suspensa quando desejar. Se você ingressou em um grupo inaugurado até janeiro de 2009, o
valor referente ao cancelamento será devolvido após o encerramento do grupo ao qual você
pertence. Se você ingressou em um grupo inaugurado após fevereiro de 2009, você participará
dos sorteios nas assembleias mensais para concorrer ao recebimento do valor. Esse valor será
devolvido de forma corrigida e com eventual dedução de multa de desistência ou cancelamento,
na forma prevista em contrato. O cancelamento será possível apenas para cotas ainda não
contempladas. Se sua cota já tiver sido contemplada, a melhor alternativa será transferi-la por
meio de cessão de direitos.

No caso de suspensão, o valor será devolvido em até 60 dias após o encerramento do grupo, com
as devidas deduções de rescisão, por meio de Crédito em Conta (para correntistas) ou Ordem de
Pagamento (para não-correntistas). Para cotas pertencentes a grupos inaugurados após fevereiro
de 2009, a devolução poderá ocorrer de forma antecipada caso a cota seja sorteada.

Sim. Entre em contato com os Integradores Parceiros Sices responsáveis pela venda ou em
qualquer agência do Banco do Brasil.

Não. Contratamos apenas para for PJ correntista BB.

O prazo é de até 90 dias após a última assembleia.

O prazo é de até 60 dias após o encerramento do grupo. A devolução ocorre automaticamente
para cotas com pagamento via débito em conta e via Ordem de Pagamento para cotas cujo
pagamento das parcelas ocorreram via boleto.

Em até dois dias após o débito ou pagamento do boleto.

Sim. O cliente pode optar por débito automático em conta corrente ou boleto e deverá solicitar a
alteração na agência do BB.

Sim, desde que a Carta de Crédito não esteja contemplada, pertença ao mesmo segmento e
grupo e o grupo tenha disponibilidade de vagas e do valor pretendido.

Basta entrar em contato com a agência de relacionamento do BB para recalcular o valor da
prestação e das parcelas restantes de seu consórcio.

Em caso de cota de imóvel, para consorciado Pessoa Física, é permitida a composição de renda
de até 2 proponentes com vínculo de parentesco, consanguíneo ou por afinidade, entre si.

Para os demais casos, por exemplo, automóveis, motos, caminhões, tratores e sistemas
fotovoltaicos, a unificação de rendas não é possível.

Sim. Se o cliente possuir alguma restrição, o Banco do Brasil irá analisar a possibilidade de
flexibilizar a pendência. Caso a análise não seja aprovada, o cliente poderá cancelar a proposta
ou seguir com os pagamentos, recebendo a devolução do recurso no final do grupo.

Se o cliente que cancelou for sorteado, receberá o valor que foi pago até o momento, lembrando
que a devolução será parcial, pois existe multa pelo cancelamento.

Após o pagamento do lance, a Carta de Crédito fica imediatamente disponível, podendo ser
retirada em qualquer agência.

A quantidade de cotas é indeterminada, desde que os requisitos do item 24 sejam atendidos.

Será contemplada a pessoa que possuir o número de cota mais próximo da cota que foi
contemplada por sorteio (que é baseado na loteria federal).

É possível adquirir equipamentos para geração de energia fotovoltaica e também o serviço e/ou
mão de obra, desde que seja emitida uma única nota fiscal de venda.

A primeira opção é solicitar que a Sices inclua o valor de sua mão de obra na Nota Fiscal do
equipamento. Fique atento, pois nessa opção você precisar seguir a política de faturamento com
mão de obra ou comissão da Sices e haverá retenção de 15% do valor acrescido. Além disso,
a Nota Fiscal de serviço que você emitirá para a Sices deverá estar no código 10.02. Para mais
detalhes, entre em contato com o Departamento de Financiamento.

Como segunda alternativa, você pode realizar a aquisição do Kit Fotovoltaico junto à Sices e
realizar a revenda para seu cliente incluindo o valor de sua mão de obra na sua Nota Fiscal de
venda. Dessa forma, o banco realizará o pagamento diretamente para sua empresa.

Consulte seu contador e entenda seu regime de tributação para escolher a opção mais viável para
sua empresa.

No Consórcio Nacional Solar, podemos substituir o bem de referência da Carta de Crédito de três
grupos: moto, automóvel, trator e caminhão. Segue abaixo uma tabela com as condições de cada grupo:

É possível cobrir 100% do projeto, inclusive o serviço de instalação.

Até R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), o equipamento ficará alienado ao banco, não sendo
necessário incluir garantias.

Para projetos com valores superiores a R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), será necessário
apresentar garantias adicionais (imóveis, automóveis, caminhões, máquinas, etc.).

Não. A responsabilidade pela viabilidade do projeto é do Integrador e do Cliente Final. Por isso,
o ideal é sempre contratar Integradores que trabalhem com produtos SICES, assim garantindo a
qualidade e tecnologia para seu projeto.

Não. O cliente que adquirir um sistema de energia fotovoltaica com o Consórcio Nacional Solar
terá flexibilidade para instalar o equipamento em qualquer imóvel, mesmo que não seja de sua
propriedade.

Geral (Correntistas e Não-correntistas)

– Proposta acolhida e assinada em todas as páginas pelo consorciado em 3 vias
(1ª Cliente/2ª Correspondente/3ª BB Consórcios);
– Termo de Ciência e Concordância assinado pelo cliente em 3 vias.

Documentação pessoal (apenas para não-correntistas)

Pessoa física:

– RG – Carteira de Identidade / CTPS – Carteira de Trabalho / CNH – Carteira Nacional de
Habilitação / Carteira
Profissional Expedida por Conselho de Profissionais Liberais;
– CPF ou qualquer documento do item anterior em que conste o número do CPF.

Comprovantes de endereço:
São aceitos como comprovantes de endereço residencial os documentos abaixo relacionados,
emitidos ou postados há menos de 90 dias, em nome do próprio cliente, membro da família ou em
nome de terceiros, quando comprovado o relacionamento entre as partes. Se forem de terceiros,
deverão estar acompanhados de declaração do titular do documento de que o cliente reside nesse
endereço, com firma reconhecida em cartório ou conferida pelo próprio Parceiro (certidão de
nascimento ou casamento, documento de identidade, etc.).

– Conta de água, luz, telefone, gás ou TV por assinatura;
– Recibo de aluguel ou contrato de locação;
– Recibo de taxa de condomínio.

Comprovante de rendimentos:

Comprovante de Renda: a comprovação de renda deve ser realizada por meio de um dos
documentos aceitos de acordo com a atividade exercida pelo cliente, emitido há menos de 90
dias, salvo se houver indicação de prazo específico para sua aceitação.

– Contracheque;
– Declaração de Imposto de Renda (com recibo de entrega);
– Decore;
– Declaração pessoal de renda, até o limite de isenção do IR.

Obs.: Todos os documentos devem possuir carimbo “confere com original” e assinatura do conferente.

Certifique-se de que o pedido já tenha sido enviado à Sices e que esteja aprovado com os dados
corretos.

Sim. Após apresentação da N.F. na agência do Banco do Brasil, é necessário a assinar o contrato
de alienação do bem, o Banco do Brasil pode conforme seu critério, solicitar Registro do Contrato
em cartório, o que pode implicar em taxas adicionais do cartório.

Via Sices:

Envie a(s) Carta(s) de Crédito para a vendedora via plataforma. A vendedora encaminhará a Carta
de Crédito para o Departamento de Financiamentos a fim de que a reserva da Carta de Crédito
em nome da Sices seja realizada. Solicite a emissão da Nota Fiscal de faturamento antecipado (o
prazo de emissão de Nota Fiscal é de 48 horas).

Após a emissão da Nota Fiscal, o consorciado deverá apresentá-la juntamente com a Carta de
Crédito ao Banco do Brasil e solicitar o pagamento do equipamento, o que deve acontecer em até
3 dias úteis.

Via integrador:

Lembre-se que, nesse caso, o equipamento será faturado para sua empresa, estando sujeito a
bitributação na emissão de sua Nota Fiscal de venda para o cliente final.

O Integrador deverá realizar as reservas das Cartas de Crédito em nome da Empresa Integradora,
Envie a(s) Carta(s) de Crédito para a vendedora via plataforma A vendedora encaminhará a Carta
de Crédito para o Departamento de Financiamentos que solicitará a emissão da Nota Fiscal de
faturamento antecipado para o Integrador.

O Integrador emitirá uma nota fiscal de venda para o cliente final.

O consorciado deverá apresentar a Nota Fiscal juntamente com a Carta de Crédito ao Banco do Brasil
e solicitar o pagamento do equipamento ao Integrador, o que deve acontecer em até 3 dias úteis.

O equipamento será enviado apenas depois que o Integrador realizar o pagamento total para a Sices.

Endereço: Av. Portugal, 1174 – Jardim Nova Itapevi, Itapevi – SP, CEP: 06690-280

Tel.: (11) 95063-8921 ou (11) 4193-2008 (Ramal 285)

Horário de Atendimento: das 8h às 18h

Conecte-se com
Consórcio Nacional Solar

® Copyright Consórcio Nacional Solar 2018 - Powered By Sices Solar